Investimento aumenta 56% face a 2017

Ana Tavares |
Investimento aumenta 56% face a 2017

 

Segundo as contas da Cushman & Wakefield, foram fechadas cerca de 30 operações, com destaque para o setor do retalho, que representou 65% dos capitais alocados até à data no imobiliário comercial. No ano passado, retalho e escritórios representavam ambos cerca de 37% do total investido.

Este ano, o investimento estrangeiro continua a liderar a atividade, representando 98% do capital investido, sendo que os franceses são responsáveis por 35% do total, seguidos pelos espanhóis, com 29%, e pelos investidores do Reino Unido, com 20% do total.

A C&W destaca o negócio da compra por parte da Immochan do portfólio de retalho da Blackstone, composto pelo Forum Sintra, Forum Montijo e Sintra Retail Park por 411 milhões de euros, o maior negócio do ano até à data. Nota ainda para a venda do Lagoas Park pela Teixeira Duarte à Kildare Partners por 375 milhões de euros.

As yields, por seu turno, encontram-se em mínimos históricos em todas as classes de ativos, encontrando-se entre os 4,5% no caso dos escritórios e comércio de rua, 4,75% nos centros comerciais e 6,25% nos ativos logísticos.

A manter-se esta evolução positiva do setor imobiliário, a C&W prevê que o investimento lidere esta subida, estimando que o volume de transações no fecho deste ano ronde os 3.000 a 3.500 milhões de euros.