VRSA terá 6 novas unidades hoteleiras

Ana Tavares |
VRSA terá 6 novas unidades hoteleiras

De acordo com Luís Gomes, presidente da câmara municipal de Vila Real de Santo António, «só em novas unidades de alojamento está previsto um investimento de 185 milhões de euros, o que mostra a forte estratégia turística do concelho e permitirá criar dezenas de postos de trabalho».

Os concursos para promoção e construção destes projetos serão promovidos nas próximas semanas, sendo que já é conhecido o promotor do hotel Guadiana, a GrandAfrica, o projeto mais avançado deste pacote, segundo avançou a autarquia à VI. Este ano, nesta obra de requalificação, será aplicado um investimento de 2 milhões de euros. O hotel centenário será transformado numa unidade de charme com 31 quartos.

Dentro de poucas semanas será conhecido o vencedor do concurso público de construção e promoção do hotel do Complexo Desportivo de Vila Real de Santo António, cujas obras vão começar ainda este ano. Aqui serão aplicados 5 milhões de euros, e surgirá uma unidade de tipologia 4 estrelas ou superior.

No 2º semestre avança a construção de um conjunto de 3 unidades de charme no centro histórico de VRSA, localizadas na baixa pombalina, fruto de trabalhos de reabilitação urbana, e com a configuração de um resort a céu aberto.

Adicionalmente, está também em construção de um núcleo hoteleiro de gama superior na frente de praia de Monte Gordo. O hotel terá vistas sobre a baía e a Mata Nacional das Dunas Litorais, e pretende responder aos máximos consecutivos de ocupação registados nesta zona, cujas médias foram as mais altas do Algarve em 2015.

Outros 120 milhões de euros deverão ser aplicados, também por privados, na construção de um conjunto de unidades turísticas na zona do antigo parque de campismo de Monte Gordo. Um novo empreendimento turístico localizado na frente de mar da zona nascente deverá acolher um investimento de 50 milhões de euros.

Paralelamente, será desenvolvida a maior operação de requalificação urbanística já feita na zona de Monte Gordo, que dará origem a um grande passeio marítimo com espaços verdes e de lazer, comércio, lojas e restauração. A obra, lançada pela câmara de VRSA, inicia-se em setembro de 2016, e deverá cumprir os objetivos previstos no Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC) Vilamoura – VRSA para aquela área litoral. Os trabalhos, divididos por 2 fases, deverão ser concluídos em maio de 2017, depois de um investimento de 15 milhões de euros.

Está também em curso o desenvolvimento da nova identidade visual das praias de Monte Gordo e de Cacela, cuja adaptação será feita à medida que avançarem os trabalhos no lirotal.