Projeto de Pais do Amaral em Alvor é chumbado

Ana Tavares |
Projeto de Pais do Amaral em Alvor é chumbado

Conforme noticiou o Negócios, o projeto foi chumbado pela comissão de avaliação do impacto ambiental, que identificou «impactos negativos nalguns fatores muito significativo» e «não minimizáveis».

No parecer, citado pelo Idealista, pode ler-se que «atendendo a que os impactes negativos identificados são nalguns fatores muito significativos, não minimizáveis e impeditivos ao desenvolvimento do projeto, a comissão de avaliação propõe a emissão de parecer desfavorável ao ‘projeto da operação de loteamento da UP3 de hotelaria tradicional de Portimão».

O relatório aponta que «não foi feita uma avaliação, ainda que elementar, dos efeitos cumulativos com os empreendimentos envolventes». Por isso, «independentemente das medidas propostas no EIA (estudo de impacte ambiental) para a mitigação, prevenção e compensação dos impactes identificados, nomeadamente no que se refere à biodiversidade e à paisagem, o projeto da operação de loteamento em apreciação não reúne condições para ser viabilizado», pode ainda ler-se.

Este parecer foi emitido depois de um período de consulta pública que decorreu até 15 de março.

No primeiro estudo de impacto ambiental apresentado pelos próprios promotores não era antecipado qualquer problema impeditivo da concretização do projeto. Estava prevista a construção de três hotéis com uma área máxima de implantação de 11.501 m².