Hotelaria cresce ligeiramente em janeiro

Ana Tavares |
Hotelaria cresce ligeiramente em janeiro

Os números são divulgados no AHP Tourism Monitors, mostrando que, em janeiro, Madeira (64%), Lisboa (58%) e Grande Porto (47%) registaram as maiores taxas de ocupação do país. O destaque na evolução vai para o Minho, que registou a maior subida homóloga, de 7,9% na ocupação e de 42% no RevPar.

Em janeiro, o ARR fixou-se nos 73 euros, uma subida de 5% face ao período homólogo. Estoril, com uma subida de 17%, Alentejo e Minho, com uma subida de 15%, foram os destinos que mais cresceram.

Neste período, o RevPar fixou-se nos 33 euros a nível nacional, numa subida de 3% face ao período homólogo, com destaque para o Minho, seguido da subida de 35% do Estoril.

Cristina Siza Vieira, presidente executiva da AHP, comenta em comunicado que «janeiro de 2019 registou um crescimento ligeiro, depois do arrefecimento de dezembro. No entanto, é notório o abrandamento perante o mês homólogo de 2018: em janeiro de 2018, a TO e o Preço médio cresceram, particularmente este último (mais 11%), de tal forma que projetaram o crescimento do RevPar, que nesse mês de janeiro de 2018 teve um crescimento de 17%. Este ano, apesar do ARR ter subido, houve uma quebra ligeira da TO».