166 novos projetos turísticos entram em licenciamento

Ana Tavares |
166 novos projetos turísticos entram em licenciamento

Os números foram apurados pela Confidencial Imobiliário a partir dos pré-certificados energéticos emitidos pela ADENE no âmbito do Pipeline Imobiliário. Esta carteira considera todo o tipo de projetos de uso turístico, podendo abranger desde hotéis a hostels, apart-hotel, residenciais, pousadas, aldeamentos turísticos, unidades de turismo rural ou parques de campismo, entre outros.

Segundo estes números, até junho as regiões do Norte e Alentejo foram as mais dinâmicas, com pipelines de 36 (22%) e 32 (19%) projetos turísticos, respetivamente. As restantes regiões registaram carteiras de 20 a 29 projetos, com quotas de 12% e 17%. Só a Área Metropolitana de Lisboa regista um pipeline de 29 novos projetos, e a Área Metropolitana do Porto de 25 projetos.

Os 166 novos projetos turísticos contabilizados até junho distribuem-se por 95 concelhos, destacando-se Lisboa, com 13 projetos, e o Porto, com outros 18. Os concelhos de Grândola e Santiago do Cacém, ambos na Costa Atlântica, são também destinos evidentes deste investimento, concentrando pipelines de, respetivamente, 6 e 5 novos projetos turísticos no semestre.

Destaque também para Vila Nova de Gaia, com 4 novos projetos, além de Matosinhos, com 3, Cascais, Mafra e Loures, também com 3 projetos cada, além de Loulé, Castro Marim, Lagoa e Aljezur. Outros 14 concelhos registaram 2 novos projetos turísticos em carteira neste período, com outros 68 municípios a registar um projeto em carteira.

De janeiro de 2017 a junho de 2019, o pipeline de promoção imobiliária registou a entrada em licenciamento de 668 novos projetos turísticos, mais de 1,4 milhões de metros quadrados.