SCMP e Federação Académica do Porto unem-se para criar mais de 1.000 novas camas

Ana Tavares |
SCMP e Federação Académica do Porto unem-se para criar mais de 1.000 novas camas

Este projeto, cujo protocolo de cooperação foi assinado esta semana, vai resultar de uma parceria entre a Santa Casa da Misericórdia do Porto e a Federação Académica do Porto. Neste momento, está a ser analisada a capacidade máxima de construção para esta zona, que vai ter, além dos alojamentos, vários serviços de apoio. Os preços, segundo a Lusa, deverão rondar os 250 euros por mês. 

Com conclusão prevista para o ano letivo de 2021/2022, o novo bairro académico tem ainda o apoio da câmara do Porto, destacou o provedor da SCMP, que destacou que «várias entidades estão interessadas em colaborar e já vieram falar connosco». A ideia da SCMP é, aliás, ter «um parceiro financeiro para apoiar o projeto de desenvolvimento das residências universitárias e de um conjunto de serviços». 

Segundo o Idealista, na assinatura do protocolo que decorreu nesta 5ª feira estiveram representados vários responsáveis da Universidade do Porto e das universidades privadas, além de Rui Moreira, autarca do Porto, ou Ricardo Valente, vereador com o pelouro da Economia.

 

 

 

 

Foto: SCMP