Rendas sobem 3,9% no final de 2018

Ana Tavares |
Rendas sobem 3,9% no final de 2018

Interrompe-se assim a tendência de suavização do crescimento dos preços verificada ao longo do ano passado, mostram os dados da Confidencial Imobiliário. No primeiro trimestre do ano, as rendas subiram 3,6%, abrandando para 2,4% no trimestre seguinte, e para 1,3% no terceiro trimestre.

No Índice de Rendas Residenciais, a Ci revela que, em termos homólogos, verificou-se também uma aceleração da subida das rendas no último trimestre do ano, menos acentuada que a registada na evolução em cadeia. O aumento homólogo foi de 11,7%, que compara com as subidas de 11% registadas nos dois trimestres anteriores, e com os 13% do primeiro trimestre do ano. Mas esta é a segunda variação homóloga mais elevada nos últimos 8 anos.

A Ci recorda que desde meados de 2017 que as rendas em Portugal estão a crescer acima dos 10%. Desde que as rendas atingiram os seus preços mínimos no início de 2014, já recuperaram 34%. A subida acumulada desde 2010 é de 16%, o que reflete a absorção de um período de perdas que durou cerca de 4 anos e se refletiu numa descida acumulada de 13%.