Prestação da habitação começa a subir em 2018

Ana Tavares |
Prestação da habitação começa a subir em 2018

 

A Lusa apoia-se em cálculos feitos pela Deco/Dinheiro&Direitos, e avança que as taxas Euribor, referência da maior parte dos créditos à habitação em Portugal, podem vir a subir ligeiramente 2018, apesar de continuarem negativas.

Filipe Garcia, da IMP – Informação de Mercados Financeiros, acredita que deverá acontecer alguma subida destas taxas na segunda metade do ano. João Lampreia, do Banco BIG, concorda, e lembra que as Euribor «estão condicionadas às taxas de juro do BCE», por isso, uma variação será mais significativa nos últimos meses do ano, quando estas taxas se poderão aproximar de 0%.

O Idealista lembra que, comparando o valor da prestação pago no início e no final de 2017, no caso de um empréstimo de 150.000 euros a 30 anos indexado à Euribor a 6 meses com spread de 1%, a descida foi de 3,78 euros, passando dos 467,59 euros em janeiro para os 463,81 euros em dezembro. A variação é menos significativa que as registadas de 2014 a 2016, quando as prestações desceram mais de 10 euros por ano.