Preços das casas continuam a subir perto dos 15%

Ana Tavares |
Preços das casas continuam a subir perto dos 15%

Esta evolução representa uma ligeira desaceleração face à taxa de variação homóloga registada no trimestre anterior, confirmando a tendência de suavização na valorização registada desde então, quando a subida homóloga dos preços se situou nos 14,8%, menos 1,1% que o pico de 15,9% registado no final do primeiro trimestre deste ano.

A nota é também de suavização no final de setembro a nível trimestral, quando se verificou uma perda de intensidade na subida, com um aumento de 3,2% agora observado 0,7% abaixo dos 3,9% verificados no trimestre anterior.

A Confidencial Imobiliário destaca que apesar deste abrandamento na subida, tanto a subida homóloga como a trimestral estão em linha com os níveis de crescimento que marcam «o forte ciclo de valorização da habitação nos últimos dois anos», durante o qual os preços de venda têm subido quase sempre perto dos 15% em termos homólogos e acima dos 3% na variação trimestral.

Em setembro de 2017 o mercado não tinha ainda recuperado as perdas do período da crise, e em setembro de 2018 os preços já estavam 10,6% acima dos níveis pré-crise de 2007. No final de setembro de 2019, a recuperação atingiu os 26,9%.

Ricardo Guimarães, diretor da Ci, comenta estes dados, enfatizando que «os dados do índice relativos ao 2º trimestre mostram que a dinâmica de valorização tem sido cada vez menor em Lisboa (que teve uma valorização de 9,6% nessa altura), sendo agora liderada por outras cidades nessa região e no Porto. Os dados do 3º trimestre ainda não estão apurados ao nível concelhio, mas é de esperar que esse comportamento se confirme neste período».