Preços altos vão aumentar tempo de venda das casas

Ana Tavares |
Preços altos vão aumentar tempo de venda das casas

 

Num contexto de falta de stock imobiliário, em declarações ao Público, Luís Lima, presidente da associação, alerta que os proprietários devem ser mais razoáveis na fixação dos preços iniciais dos imóveis, sob pena da sua revisão em baixa alguns meses mais tarde. Muitas vezes, estes são demasiado elevados, e «não ‘casam’ com a procura, que continua elevada».

No ano passado, «mais de metade das casas venderam-se em apenas três meses, mas a expectativa é de que se registe uma desaceleração em 2019, duplicando o tempo de venda», explica ao jornal.

Este ano, as dificuldades de escoamento de imóveis em carteira deverão agravar-se, já que «a alta de oferta do mercado é um problema real, e tem motivado a subida de preços», que considera, por vezes «absolutamente proibitivos para a classe média/média baixa, e, mesmo para um segmento superior, os preços elevados começam a retrair os potenciais compradores, que sentem que o mercado está demasiado quente, adiando assim o negócio. A oferta disponível começa a ser completamente desadequada à procura existente».

Só com preços adequados, «os negócios se concretizarão com rapidez e transparência entre as partes», conclui este responsável.