Porto afeta 10,4% do orçamento à habitação social

Fernanda Cerqueira |
Porto afeta 10,4% do orçamento à habitação social

 

Comparativamente a 2017, o Orçamento da autarquia para 2018 conta com mais 13,2 milhões cifrando-se nos 257,4 milhões de euros. Do total disponível, cerca de 10,4% destina-se «só para habitação social», disse Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, na apresentação do documento.

Do lado da receita, destacam-se a introdução da anunciada taxa turística que a autarquia estima que renda cerca de seis milhões de euros. A par da dinâmica turística a autarquia conta também com a vitalidade e atratividade do mercado imobiliário da cidade que em transações, em sede de Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT), deverá gerar uma receita de 6,8 milhões de euros.

A taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) vai manter-se nos 0,324%, a taxa mínima legal em vigor é de 0,3%.

 

 

 

Foto: Miguel Oliveira / Porto 24