Não residentes compraram 70.700 habitações desde 2012

Ana Tavares |
Não residentes compraram 70.700 habitações desde 2012

 

Os números são da AECOPS, segundo a qual os não residentes investiram cerca de 800 milhões de euros em imóveis em Portugal em 2012, número que mais do que triplicou no ano passado, num total de 2.800 milhões de euros. Os cidadãos do Reino Unido representam 18,3% das aquisições nestes últimos 5 anos, ao passo que os franceses representam 17,9% e os chineses 12,7%.

Foi em 2014 que o peso das transações de não residentes foi mais elevado, representando 15,7% do total. Desde então que esta percentagem tem vindo a descer, representando 11,5% do total no ano passado.

Nesse ano, «parte significativa das aquisições» disse respeito a imóveis de valor superior a 500.000 euros, quase 44% das transações, segundo a associação. Em 2017, os imóveis de valor acima de 500.000 euros representou 36,3% do total.

Segundo os números citados pelo DV, o Algarve é «a região preferida» pelos estrangeiros, concentrando 43% das aquisições no ano passado. Lisboa e Alentejo representaram 37%, e o Norte 17%.