Lisboa tem 5 freguesias com habitação acima dos €3.500/m2

Ana Tavares |
Lisboa tem 5 freguesias com habitação acima dos €3.500/m2

 

Os números são do Índice de Preços da Habitação, publicado trimestralmente pelo INE, referente ao 3º trimestre de 2018. A média nacional registou um aumento de 1,5% na comparação trimestral e de 7,9% em termos homólogos para os 984 euros/m². Os alojamentos novos têm uma mediana de 1.102 euros/m² a nível nacional, e os alojamentos existentes de 963 euros/m².

Neste período, o preço mediano da habitação manteve-se acima da média nacional nas regiões do Algarve (1.500 euros/m²), na Área Metropolitana de Lisboa (1.318 euros/m²) e na Região Autónoma da Madeira (1.203 euros/m²). Um total de 42 municípios apresentaram um preço mediano acima do valor nacional, 14 municípios no Algarve e 12 na Área Metropolitana de Lisboa.

Lisboa cidade registou o preço mediano de venda de habitação mais elevado do país, de 2.877 euros/m². É na Área Metropolitana de Lisboa que se verifica a maior amplitude de preços da habitação entre municípios, com a capital a comparar com os 630 euros/m² da Moita.

Santo António, Misericórdia, Santa Maria Maior, Avenidas Novas e Estrela registam preços medianos de venda de 4.532 euros/m², 3.998 euros/m², 3.825 euros/m², 3.565 euros/m² e 3.540 euros/m², respetivamente. Nota ainda para Avenidas Novas, Santo António, Arroios, Estrela e Campo de Ourique que registaram taxas de variação mais expressivas face ao período homólogo do que a cidade de Lisboa, de 24,3%.

Já no Porto, União de freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória, a União de freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde e a União de freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos destacaram-se por apresentarem simultaneamente um preço mediano de alojamentos (1.869 euros/m², 2.250 euros/m² e 1.810 euros/m², respetivamente) acima do valor de 1.525 euros/m² da cidade, e taxas de variação homóloga superiores à verificada na cidade (21,6%) com subidas de 28,7%, 24,9% e 24,4%, respetivamente.