Lisboa reforça fiscalização do AL

Ana Tavares |
Lisboa reforça fiscalização do AL

 

A autarquia tem estado a controlar a abertura de novas unidades de AL através de um sistema de georreferenciação, segundo o Negócios, sendo recusado o registo caso as novas unidades se encontrem nas áreas suspensas.

No entanto, a câmara admite a necessidade de mais pessoal para esta fiscalização: «temos de reforçar a nossa capacidade de fiscalização para garantir a gestão deste processo», afirmou Manuel Salgado, vereador do Urbanismo e Reabilitação Urbana, citado pela mesma font e pelo Idealista

Até à data, desde que a suspensão de novos registos entrou em vigor, já foram recusados 27 novos licenciamentos. A suspensão estará ativa até a CML concluir um novo regulamento para o AL, a concluir até ao final do 1º semestre do próximo ano, que será colocado em discussão pública junto das associações dos setores e da Assembleia Municipal.