Fitch: Comprar casa pode ser mais difícil nos próximos anos

Ana Tavares |
Fitch: Comprar casa pode ser mais difícil nos próximos anos

 

Juan David Garcia, diretor sénior da Fitch Ratings, prevê no relatório que o “housing affordability” «seja desafiante para os compradores em Lisboa e Porto». Este indicador mede a capacidade da população para comprar uma habitação. E estima que «a capacidade para comprar casa em termos nacionais se agrave moderadamente nos próximos dois anos».

A Fitch prevê que nas grandes cidades a capacidade para ter uma casa vai diminuir mais rapidamente porque os salários estão a crescer a um ritmo menor do que o dos preços das casas. E indica que os compradores estrangeiros com muita liquidez estão a contribuir para a subida dos preços, além da pouca oferta de nova habitação.

Segundo a agência, os preços em Lisboa e no Porto aumentaram 20% e 22% no 2º trimestre do ano, respetivamente, face a igual período do ano anterior, mais do dobro da subida de 9% a nível nacional.

Por outro lado, segundo o relatório citado pelo Negócios, antecipa que o rácio de crédito vencido sobre o total de empréstimos para compra de casa nos bancos estabilize em cerca de 5% face ao pico de 7% em 2014. Deverá depois crescer nos próximos dois a três anos.