Complexo Imobiliário de Alcântara inicia construção em 2020

Ana Tavares |
Complexo Imobiliário de Alcântara inicia construção em 2020

A solução agora encontrada depois das exigências da DGPC também aumentou os custos inicialmente previstos com a construção de um futuro “museu” aberto ao publico.

 Com o loteamento aprovado em setembro de 2019 já iniciaram este mês as obras de infraestruturas do mesmo, estando já os projetos de arquitetura aprovados (quer dos escritórios quer da habitação), e espera-se a emissão de licenças de construção ainda em 2019 para que o projeto inicie a sua construção no início de 2020 revela Pedro Silveira.

O Grupo SIL já assegurou uma percentagem superior a 60% de reservas a transformar em CPCVs nos lotes residenciais a clientes finais, que permitem iniciar a construção dos dois primeiros lotes de habitação com 70 apartamentos dum total de 230 do empreendimento. A segunda fase dos apartamentos deverá ser colocada em venda no segundo semestre de 2020.

 A componente de escritórios também deverá arrancar em breve, mal esteja assegurada a contratação do primeiro ocupante, o que o Grupo SIL ainda procura no mercado mas que se poderá concretizar-se brevemente, de acordo com Pedro Silveira, pois surgiram durante o decorrer deste 3º trimestre deste ano vários interessados.

Esta nova fase de comercialização dos edifícios de escritórios, surge depois de terminado o acordo do Grupo SIL com o BNP Paribas, que era o promitente ocupante deste complexo mas cujo atraso na aprovação do mesmo não era compatível com os prazos contratuais previamente estabelecidos.

Ficaram assim disponíveis para o mercado de arrendamento mais de 36 mil m2 de “prime offices”, que deverá também representar uma eventual oportunidade de investimento futura em Portugal.

O complexo imobiliário de Alcântara é um dos maiores projetos de promoção imobiliária de Lisboa, contribuindo para a requalificação da frente ribeirinha de Lisboa numa localização de grande potencial e atratividade junto ao LX Factory.  A construção do novo hospital do Grupo José de Mello em conjunto com este novo empreendimento, vão trazer uma nova centralidade a Alcântara, que se caracteriza pela proximidade ao rio e pelas excelentes acessibilidades.