Candidaturas ao programa “Habitar o Centro Histórico” abrem em maio

Ana Tavares |
Candidaturas ao programa “Habitar o Centro Histórico” abrem em maio

Este ano, a iniciativa vai estender-se às freguesias de Arroios e Estrela, conforme anunciou a vereadora da Habitação, Paula Marques, à margem de uma reunião pública do executivo, na qual a segunda edição do concurso foi aprovada por unanimidade.

Na primeira edição, o programa atribuiu 66 casas das 100 disponíveis, que abrangiam as freguesias de Santo António, Santa Maria Maior, São Vicente e Misericórdia. A bolsa de fogos não foi totalmente atribuída, permitindo assim um segundo concurso mais abrangente usando as freguesias de Arroios e Estrela. 44 das 110 candidaturas inicialmente recebidas foram excluídas por não responderem aos requisitos. 

O programa Habitar o Centro Histórico pretende responder à pressão imobiliária criada nestas zonas da cidade com o maior dinamismo do turismo ou com a entrada em vigor da nova lei das rendas. É vocacionado para habitantes da zona que tenham a sua habitação em risco.

Segundo a Lusa e o DN, também a 24 de abril a CML aprovou a adjudicação da segunda empreitada do Programa de Reconversão de Edifícios da Segurança Social em habitação acessível à empresa NORCEP Construções S.A., no valor de 2,2 milhões de euros.