APEMIP lamenta pouca atenção dada à habitação na campanha eleitoral

Ana Tavares |
APEMIP lamenta pouca atenção dada à habitação na campanha eleitoral

O presidente da associação, Luís Lima, refere em comunicado que «os partidos deveriam estar a debater os temas centrais da vida dos portugueses, como é a gravíssima falta de casas para os cidadãos. É inacreditável que um problema como a ausência de habitação para os jovens e famílias de classe média e média baixa tenha sido abordado com ligeireza, e se tenha dado muito mais importância a outros assuntos que, sendo relevantes, não terão decerto a importância que é garantir o direito à habitação».

E completa que «não houve um debate sério sobre esta questão, e o que se falou, foi muito superficial, sobretudo se considerarmos que estamos verdadeiramente entalados numa dificuldade que atravessa não só o mercado de compra e venda, como o mercado de arrendamento».

Luís Lima apela ainda para que «não esqueçamos a representatividade que este setor tem no panorama económico nacional» e lembra que «o mercado sozinho não resolverá o problema, mas está disponível para encontrar soluções em parceria com o setor público».