Worx: 2019 é “grande oportunidade para escoar escritórios usados”

Ana Tavares |
Worx: 2019 é “grande oportunidade para escoar escritórios usados”

 

Esta é a opinião de Pedro Salema Garção, Head of Agency da Worx, que comentava em comunicado o aumento de 20% no take up registado no ano passado. Destaca que «2019 será o ano de arranque para novos projetos a entrar no mercado, com conclusão prevista para 2021-2023».

«O mercado encontrar-se-á saturado até à entrada de novos edifícios de escritórios nos anos de 2021 e 2022, com destaque para a zona 5 e 6, e o dinamismo que atrairá por essa altura», destaca.

No ano passado, o Corredor Oeste foi a zona mais dinâmica de Lisboa, com um take up de 56.000 m², equivalentes a 27,6% do total.

A taxa de desocupação do mercado de Lisboa situou-se no final do ano nos 8%, o valor mais baixo desde o terceiro trimestre do ano. A renda prime fechou o ano nos 21 euros/m²/mês, segundo a consultora.