Trabalho flexível é essencial numa mudança de emprego

Ana Tavares |
Trabalho flexível é essencial numa mudança de emprego

A conclusão é de um estudo recente da IWG, dona das marcas Regus e Spaces, que reuniu os testemunhos de mais de 15.000 empresários de 80 países. 80% afirmaram que, se confrontados com duas ofertas de emprego semelhantes, recusariam aquela que não oferecia trabalho flexível. Por outro lado, 54% defendem que ter uma escolha do local de trabalho era mais importante do que um aumento no subsídio de férias.

Segundo este estudo, muitos trabalhadores acreditam que o trabalho à distância é um “novo normal”, e a procura pelo trabalho flexível parece continuar a crescer. Empresas de tecnologia ou de consultoria já começaram a tornar o trabalho remoto possível, percebendo que ser flexível pode ser crítico na captação de talentos.