Revolut abre novos escritórios em Matosinhos

Ana Tavares |
Revolut abre novos escritórios em Matosinhos

Deverá ser uma antiga fábrica de latas de conservas de sardinha, no nº 612 da Avenida Menéres, vizinha da fábrica Pinhais e Companhia, a acolher este novo centro de operações, com capacidade para 470 trabalhadores – que deverá ser atingida dentro de 18 a 24 meses.

Fonte oficial da Revolut avançou à Lusa que «o espaço está neste momento a sofrer obras de beneficiação e deverão estar concluídas no final deste ano. Até as obras estarem concluídas, os atuais colaboradores da Revolut em Portugal (70) estão instalados num escritório provisório, na Rua Roberto Ivens, também em Matosinhos».

«Temos uma unidade de ‘business development’ em Lisboa, mas consideramos interessante esta capilaridade e descentralização, pelo que a escolha recaiu sobre Matosinhos», explica a Revolut. «Este espaço é próximo do Porto e junto da praia, o que nos permitirá oferecer aos nossos colaboradores uma excelente localização e ‘amenities’ alinhadas com o nosso nível de exigência».

A fintech explica também que avaliou «vários mercados antes de planear a instalação de um novo centro de suporte e, em articulação com a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), imediatamente percebemos que Portugal, pela qualidade dos profissionais – com uma grande proficiência em línguas -, pela qualidade de vida e condições climatéricas únicas na Europa seria o melhor local».

A Revolut tem atualmente 501.000 funcionários em Londres e prepara-se para contratar 660 novos colaboradores. Tem já 6,5 milhões de clientes na Europa, 250.000 dos quais portugueses.