Escritórios: Rendas Prime excedem os valores de 2007

Ana Tavares |
Escritórios: Rendas Prime excedem os valores de 2007

 

Segundo o Marketview da consultora, a renda prime fixa-se nos 21 euros/m²/mês com uma yield no trimestre de cerca de 4,5%. O valor é de 18 euros no CBD2, com uma yield de 5,25%. A renda mais baixa é praticada no Corredor Oeste, nos 14,5 euros com uma yield prime de 6%.

A mudança de instalações continua a ser o principal motivo para a ocupação de escritórios em Lisboa, contabilizando mais de 54% dos negócios realizados entre janeiro e setembro, mas também se continua a observar um crescente número de empresas que abrem novos escritórios na cidade, representando 25% dos negócios.

Arrancaram neste período 4 projetos de novos escritórios, nomeadamente 2 edifícios de 6.500 m² na Quinta da Alagoa, no Corredor Oeste, um novo edifício de 9.000 m² pré-arrendado à Factory no Hub Criativo do Beato, e a reabilitação de um edifício de 1.900 m² na Rua Castilho, num total de 41.100 m² de novos escritórios em construção.

A oferta deverá continuar a ser reduzida nos próximos 18 meses, calcula a CBRE. 5 novos edifícios deverão ficar concluídos no próximo ano, mas compreendem apenas 17.000 m² de área disponível. A procura não satisfeita já supera os 150.000 m² e deverá continuar a aumentar, pressionando o crescimento das rendas.