Escritórios podem fechar o ano com ocupação acima de 170.000 m²

Ana Tavares |
Escritórios podem fechar o ano com ocupação acima de 170.000 m²

Numa análise recente, a Savills prevê que o mercado atinja este valor, mas considera que o take up pode não superar a fasquia dos 200.000 m², num cenário em que, apesar da falta de oferta, que conduziu a uma previsão mais modesta no início do ano, o mercado tem conseguido responder positivamente à procura.

Alexandra Gomes, Senior Analyst of Research Department da Savills, explica que «a segunda metade do ano continuará a ser marcada pela renegociação de rendas bem como pela aposta, por parte de alguns proprietários, na remodelação de espaços mais desatualizados e obsoletos, aproveitando o momento alto da procura. Este ano será distinguido pelo repensar das estratégias de ocupação e pela análise da nova oferta que começará a entrar no mercado nos próximos dois anos».

No primeiro semestre do ano, a renda prime atingiu os 22 euros/m²/mês, mostrando uma «relativa estabilidade dos preços», segundo a consultora.