Edifício Malhoa 19 fica totalmente ocupado

Ana Tavares |
Edifício Malhoa 19 fica totalmente ocupado

Situado entre a Praça de Espanha e Sete Rios, o imóvel de 9 pisos conta agora com dois inquilinos, nomeadamente a Sitel, empresa de contact centers que ocupa agora 4.000 m², e uma consultora tecnológica, com uma área de 2.350 m².

As duas colocações foram acompanhadas pelo departamento de Office Agency da JLL, que comercializa o edifício em regime de exclusividade. Por outro lado, a Tétris, empresa de arquitetura e construção do grupo JLL, foi responsável pelo desenvolvimento e execução do projeto de obra de interiores, nomeadamente no caso da Sitel, e da execução de obra dos espaços comuns.

A consultora acompanhou também a aquisição do edifício pela Square AM há cerca de um ano, em representação do antigo proprietário, a Cruz Vermelha Portuguesa.

Pedro Lancastre, diretor geral da JLL, comenta que «a JLL assessorou a venda deste edifício à Square, concebeu, executou e monitorizou a obra de renovação do imóvel e captou os inquilinos para ocuparem os escritórios. Tudo isto em tempo recorde. Tal só foi possível, porque, à qualidade intrínseca do imóvel, juntámos uma equipa com um conhecimento transversal das suas especificidades e uma capacidade abrangente de prestar um serviço 360º». Acredita que «o acompanhamento da JLL em todo o processo representa um forte impulso para a criação de um produto de tanto sucesso, e que esta resposta integrada consiste numa mais valia que os proprietários cada vez mais valorizam. Prova disso, o facto da Square nos ter selecionado para assumir toda a gestão do edifício».