Colocação de escritórios quebra 55% em novembro

Ana Tavares |
Colocação de escritórios quebra 55% em novembro

De acordo com a análise da Savills, entre janeiro e novembro deste ano o mercado somou 171.884 m² de escritórios ocupados, menos 10% face a igual período de 2018, num total de 153 operações, menos 25% que no período homólogo. Mas a consultora destaca que o mercado «mantém-se resiliente e ativo, esperando-se que encerre próximo dos 200.000 m²».

Rodrigo Canas, Associate Director do departamento de Agência da Savills Portugal, destaca que este é «mais um ano em que o mercado de escritórios de Lisboa passa com distinção. O ano 2019 irá fechar muito próximo dos 200.000 m², o que perante um cenário de oferta muito escassa, é de enaltecer e um exemplo perante outros mercados europeus pelo dinamismo, pela contínua capacidade de atração internacional e pela capacidade de continuar a dar resposta às necessidades de ocupação das empresas».

Este ano, os pré-arrendamentos «deram um forte contributo para os resultados finais, exercendo um peso de 20% no total do volume de absorção até novembro de 2019», comenta ainda Alexandra Portugal Gomes, Sénior Analyst da Savills.