"Viseu Património" vai incentivar boas práticas de reabilitação

Ana Tavares |
"Viseu Património" vai incentivar boas práticas de reabilitação

O centro histórico da cidade tem sido caso de estudo para várias teses de investigação na área, e é alvo de estudo de mais de 20 projetos de investigação sobre reabilitação patrimonial e urbana neste momento. Agora, está em curso a criação de um memorando de boas práticas, que o município vai depois incentivar nas obras de reabilitação urbana.

De acordo com o Público, este programa foi criado tendo em conta a candidatura do centro histórico da cidade a património da humanidade da UNESCO. Até lá, a câmara pretende fazer este levantamento exaustivo e incentivar as boas práticas e pondera alterar os regulamentos sobre edificação e reabilitação, e compensar com incentivos financeiros quem defende o património edificado

O edil Almeida Henriques explica que «uma consequência muito prática deste trabalho que estamos a fazer de levantamento e caracterização do nosso património é que também nós, município, temos de ter um grau de exigência muito grande. Se queremos preservar, temos de dar ferramentas aos proprietários para poderem avaliar o que têm e como o podem reabilitar. Temos de dar compensações, isto é estimular as boas práticas».

Para si, a candidatura à UNESCO será «a cereja no topo do bolo.  Quando nos abalançámos a fazer um trabalho sobre o património sabíamos que estávamos a iniciar uma corrida de fundo, com muitas etapas, mas muitas coisas gratificantes, trazendo ao de cima pormenores que os nossos olhos ao longo destes anos não valorizaram», cita a mesma fonte.