Venda de dois hotéis na Avenida dos Aliados marca recorde

Susana Correia |
Venda de dois hotéis na Avenida dos Aliados marca recorde

O Hotel InterContinental Porto Palácio das Cardosas e o hotel em construção na antiga Pensão Monumental estarão em fase final de venda por valores que estabelecem novos recordes em Portugal, na ordem dos 500.000 euros por quarto.

O Hotel InterContinental opera o conhecido Palácio das Cardosas, é propriedade de um veículo de investimento que está associado ao empresário Godinho Lopes, que estará a vender este ativo por um valor na ordem dos 50 a 55 milhões de euros, o que aproxima o valor por quarto aos 500.000 euros.

Fontes do mercado identificam o comprador com origem em Hong Kong e como sendo um grande fundo internacional com ativos na Ásia, EUA e Reino Unido e que está agora a fazer a sua estreia na Península Ibérica.

A antiga Pensão Monumental está em fase final de construção e é propriedade do Grupo do empresário Mário Ferreira. A operação de venda está a ser finalizada a um grupo de origem francesa que estará a pagar um valor próximo dos 40 milhões de euros pelo novo hotel de cinco estrelas, o que para uma referência de 76 quartos volta a colocar a fasquia de transação próxima dos 500.000 euros.

Profissionais do mercado contatados pela Vida Imobiliária divergem na análise destas operações, que marcam o valor recorde de investimento por quarto de hotel, pulverizando anteriores transações de hotéis em Lisboa ou no Algarve, que mesmo no ciclo anterior nunca se tinham aproximado destas referências de valor.

Outra perspectiva é o momento distinto que o mercado de hotéis de luxo do Porto vive neste momento, permitindo tarifas na ordem dos 300€ a 400€. Numa pesquisa deBooking.com realizada pela Vida Imobiliária para o Hotel InterContinental Porto – Palácio das Cardosas, para a noite de 10 de julho, a tarifa apresentada é de 326€. Com estes valores por quarto e uma taxa de ocupação entre os 80% e os 90%, o investidor assegura uma taxa de retorno próxima dos 6%, ao que corresponde uma remuneração atrativa para um grande fundo internacional.

A uma “yield” considerada como muito interessante, está o desejo dos investidores deterem os chamados “ativos troféu”, que demonstram ter uma resiliência maior no tempo de investimento e assegurar bons negócios.

A concorrência de hotéis de cinco estrelas é recordada por operadores, sabendo que o Grupo Ferreira tem em fase de construção um Hotel no edifício ao lado da antiga Pensão Monumental e o Grupo Pestana acabou de abrir mais um cinco estrelas na Antiga Brasileira, numa artéria portuense contigua à Avenida dos Aliados