VdA muda a sede para edifício da Fidelidade em Santos

Susana Correia |
VdA muda a sede para edifício da Fidelidade em Santos

«Este projeto é um marco no movimento de reabilitação da Zona Ribeirinha de Lisboa que, sendo hoje uma realidade, não era ainda evidente aquando do arranque do projeto. A decisão da VdA de mudar o escritórios de Lisboa para esta zona da cidade e a aposta da Fidelidade Property Europe numa operação de grande investimento nesta localização, evidenciam a sintonia entre duas instituições de referência nos seus respetivos setores», afirma Miguel Santana, Administrador da Fidelidade Property.

Ocupando cerca de 8.330 m² de área bruta acima do dolo e 3.192 m² de área bruta abaixo do solo, este projeto resulta a reabilitação de um conjunto de naves de industriais detidas pela Fidelidade Companhia de Seguros em Santos e que se encontravam em avançado estado de deterioração. A sua reabilitação e conversão em escritório foi assinada pela PMC Arquitectos e Open Book Arquitectura, num projeto articulado de perto com a VdA para que no final as instalações refletissem os valores, a cultura e o posicionamento institucional do ocupante.

Atualmente, o edifício tem uma capacidade instalada de 380 postos de trabalho, incluindo 157 gabinetes, 24 salas de reunião, um auditório com 140 lugares, cafetaria, refeitório, biblioteca e 80 lugares de estacionamento.

«Este movimento representa também o nosso compromisso para com a cidade de Lisboa, a quem retribuímos com este projeto de reabilitação, num ambiente cultural e de inovação, e com uma tecnologia que nos prepara para os desafios futuros dos escritórios de advocacia empresarial. Este é também um espaço de proximidade, em que a forte cultura VdA se faz sentir em todo o conceito”, refere João Vieira de Almeida, Managing Partner da VdA.

Em comunicado, o proprietário explica que este projeto está integrado «num conjunto de outros, de grande dimensão, que o Grupo Fidelidade está a desenvolver na cidade de Lisboa, e que são a face visível da recomposição do portfólio imobiliário que a Seguradora tem em curso, no âmbito da qual irá intervencionar diversos outros imóveis, maioritariamente em Lisboa e no Porto».

Através do seu braço imobiliário, a Fidelidade Property, só nos últimos doze meses o grupo segurador investiu mais de 80 milhões de euros na reabilitação e reconstrução de edifícios em Lisboa, localizados sobretudo em zonas históricas.

 

Foto: Dora Miller