Valor médio de avaliação bancária sobe para os 1.135 euros

Ana Tavares |
Valor médio de avaliação bancária sobe para os 1.135 euros

 

De acordo com os números agora divulgados pelo INE, este valor representa ainda um crescimento de 1,2% em comparação com o mês anterior, e de 5,5% em termos homólogos.

O aumento foi generalizado, todas as regiões e os dois tipos de imóvel registaram crescimentos em termos mensais e homólogos, sendo que o valor médio das avaliações para moradias aumentou 0,7% para os 1.051 euros/m² e para apartamentos 1,6%, fixando-se nos 1.192 euros/m², em termos homólogos.

Os Açores, a Madeira, o Centro e a Área Metropolitana de Lisboa registaram os maiores aumentos mensais do país, de 2,1%, 2% e 1,5% para os dois últimos. O Alentejo e o Norte cresceram de forma mais contida.

Já em termos homólogos, o destaque volta à Madeira, com uma subida de 8,7%, ao Centro, com 7,3% e ao Norte, com 6,1%. Algarve, Área Metropolitana de Lisboa, Madeira e Alentejo Litoral têm os valores de avaliação bancária acima da média nacional. O Algarve tem valores 26% acima da média, ao passo que a diferença é de 22% no caso de Lisboa.