Valença afeta € 8 M à regeneração da zona sul da cidade

Fernanda Cerqueira |
Valença afeta € 8 M à regeneração da zona sul da cidade

O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara Municipal de Valença, Jorge Mendes, que comentava a 4 de maio, a publicação, em Diário da República, do Plano de Urbanização da Área Central de Valença. «Este plano vai permitir ordenar toda a área sul da cidade ao nível do espaço público, com reordenamento da rede viária e das zonas verdes», disse.

«A estratégia do Plano de Urbanização da Área Central de Valença está a ser implementada desde 2009, ainda sem estar aprovado. Agora com a publicação em Diário da República e, consequente entrada em vigor, temos outra legitimidade» referiu, acrescentando que, aquele documento, «vai permitir dar o equilíbrio que aquela zona não tinha e de forma planeada».

De acordo com o extrato do Edital publicado no Diário da República, são «objetivos estratégicos» do Plano de Urbanização da Área Central de Valença «a definição da organização espacial do meio urbano», «a conservação e reabilitação do edificado, a colmatação e compactação da malha urbana e a compatibilização de usos», a «procedimentalização da conceção geral da forma urbana», a «promoção de uma intervenção que valorize a componente ecológica de sustentabilidade» e da «mobilidade urbana».