Tomada de escritórios cresce 197% em setembro

Ana Tavares |
Tomada de escritórios cresce 197% em setembro

 

Os números são divulgados na análise mensal Office Flashpoint, da JLL, de acordo com a qual a consultora conseguiu uma quota de 34% da área negociada desde o início do ano.

Maria Empis, diretora de Consultoria Estratégica e Research da JLL, comenta que «a atividade de setembro, o mês mais ativo até agora, reflete a crescente procura por áreas de grande dimensão, já que apenas os cinco negócios com áreas superiores a 1.000 m2 foram responsáveis por cerca de 58% da ocupação mensal». E acrescenta que «também em termos acumulados, o número de operações de grande dimensão continua a crescer, o que evidencia bem a vitalidade do tecido empresarial da capital».

No mês em questão, o Prime CBD foi a zona mais dinâmica, concentrando 4 das 5 operações com mais de 1.000m². Esta zona registou também 28% das operações concluídas entre janeiro e setembro e, do lado da procura, as empresas TMT’s & Utilities continuam a liderar, com 42% da área ocupada em setembro e 23% da área tomada desde janeiro.

Foram fechadas 40 operações de escritórios em Lisboa em setembro, numa área média transacionada de 569m², semelhantes aos 570m² da média dos primeiros 9 meses do ano. 50% da área representa expansões ou entrada de novas empresas no mercado, quer no acumulado do ano, quer em setembro.