Sonae Sierra fecha 2016 com resultado líquido de €181M

Ana Tavares |
Sonae Sierra fecha 2016 com resultado líquido de €181M

O resultado direto da empresa atingiu os 57 milhões de euros, abaixo dos 61 milhões registados no ano anterior, o que a Sonae Sierra explica com a estratégia de alocação de capital da empresa, que gerou 13,3 milhões de euros em ganhos na venda de ativos. Numa base de portfólio comparável e excluindo o impacto das variações das taxas de câmbio, o resultado direto aumentou 8%, a par das melhorias nos resultados operacionais dos centros comerciais e do crescimento da prestação de serviços, e também devido à diminuição das taxas de juro.

As vendas dos lojistas do portfólio europeu da Sonae Sierra registaram uma subida de 3,4% em 2016, numa base comparável com 2015, sendo de destacar o crescimento de 15,7% da Roménia, de 8% em Espanha e de 4% em Portugal, um desempenho que «resulta da recuperação do mercado em geral e da resiliência e qualidade dos nossos centros comerciais enquanto importantes destinos de compras».

A taxa de ocupação global do portfólio subiu para 96,6%, acima dos 95,2% do ano anterior, chegando aos 97,1% a nível europeu.

Fernando Guedes de Oliveira, CEO da Sonae Sierra, explica que «os bons resultados operacionais em 2016 demonstram a qualidade e a reputação dos nossos centros comerciais, que registaram aumentos globais nas vendas dos lojistas e subidas das taxas de ocupação». Este responsável destaca que «a abertura do ParkLake, na Roménia, foi um sucesso e somos coproprietários de mais dois centros comerciais em desenvolvimento, em Marrocos e na Colômbia. Temos ainda diversas expansões em curso em Portugal e em Espanha. Os resultados positivos da nossa estratégia de alocação de capital e de foco na prestação de serviços são uma excelente base de trabalho para 2017», aponta.

A Sonae Sierra tem seguido uma estratégia de alocação de capital com a qual pretende aumentar a exposição da empresa a novas oportunidades de desenvolvimento, reduzindo a sua participação nos centros com maior maturidade, mas mantém posições maioritárias de capital relevantes nesses centros, «garantindo um total alinhamento de interesses com os investidores maioritários», explica a empresa em comunicado. A Sonae Sierra assume assim o papel de parceiro operacional que acrescenta valor aos ativos.

Neste momento, em Espanha prossegue com o projeto do McArturGlen Designer Outlet Málaga, e tem em curso várias expansões de centros existentes, como o NorteShopping, em Portugal.

De recordar que a Sonae Sierra lançou recentemente, em parceria com o Bankinter, uma nova socimi que vai investir um total de 400 milhões de euros em ativos imobiliários comerciais com boas localizações em Portugal e Espanha, nomeadamente retail parks, supermercados, hipermercados e comércio de rua prime.