Sede e serviços da Infarmed serão deslocados para o Porto

Fernanda Cerqueira |
Sede e serviços da Infarmed serão deslocados para o Porto

 

Quase em simultâneo a Câmara do Porto e o Governo, através do ministro da Saúde, anunciaram que a sede e os serviços da Infarmed serão transferidos de Lisboa para o Porto em janeiro de 2019. As propostas de localização ainda não são conhecidas, contudo podem voltar a estar em cima da mesa as três localizações que tinham sido propostas para acolher a sede da EMA: o Palácio dos Correios, o Palácio Atlântico, ou um novo edifício na Avenida Camilo Castelo Branco.

Certo é que a instalação deverá ser «breve» e ocorrer «rapidamente», apontou o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, contando que o vereador Ricardo Valente, que teve o dossier EMA, «passará imediatamente a tratar desta questão no sentido de garantimos as condições logísticas» para que a transferência de serviços ocorra dentro dos prazos apontados.

O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, explicou que será criado um grupo de trabalho para «definir como, quando e de que maneira se vai resolver [a transferência] para não prejudicar a atividade» da Infarmed. A transferência dos serviços será progressiva, mas o ministro comunicou que «daqui a três anos 70% dos recursos ou mais vão estar no Porto».

Com cerca de 350 funcionários, atualmente distribuídos pelos quatro edifícios da Infarmed no Parque da Saúde, em Lisboa, a Autoridade movimenta um orçamento de 60 milhões de euros.