São esta noite conhecidos os vencedores do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana

Ana Tavares |
São esta noite conhecidos os vencedores do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana

Este galardão, que se insere na agenda da Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa, que decorre até 2 de abril, premeia anualmente as melhores obras na área da reabilitação urbana em Portugal. Este ano recebeu um recorde de 83 projetos a concurso, mais 38% que no ano passado.

Lisboa é o concelho mais representativo este ano, com uma fatia de 36% dos candidatos a concurso, concentrando 30 projetos de vários usos, entre habitação (o mais expressivo, com 17 projetos), comercial e serviços ou turismo, abrangendo zonas da cidade como a Baixa, o Chiado, Estrela, Lapa, Belém, Avenidas novas, Cais do Sodré, Lumiar ou a zona da Avenida da Liberdade. O Porto segue-se em termos de representatividade, com 33% dos projetos, ficando os restantes 31% distribuídos pelos outros 20 concelhos do país candidatos à edição deste ano.

No total dos candidatos, é de assinalar uma maior diversidade de regiões a concurso face ao ano passado. 41% dos projetos são de uso habitacional, 25% de uso comercial e serviços, 19% de equipamentos sociais e 15% turísticos.

O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana é, a par da Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa, uma iniciativa da Vida Imobiliária e da Promevi. Este ano, a iniciativa tem o Alto Patrocínio do Governo de Portugal, concedido através da Direção Geral do Património Cultural, entidade tutelada pelo Ministério da Cultura. Tem também o apoio institucional da SECIL à iniciativa, à qual a empresa se associa de forma alargada. A iniciativa conta também com os patrocínios platina da Schmitt+Sohn Elevadores, da CGD e da Aguirre Newman. Nos patrocínios ouro, renovam o apoio a Revigrés e a Sanitana, juntando-se à nova edição a SRS Advogados. O IMPIC, a CPCI, a Ordem dos Arquitectos, a União das Misericórdias Portuguesas, a APPII e a ALP renovam também o seu apoio institucional ao evento, que conta com o Idealista como portal oficial.