Salão de Paris espera quase 20.000 visitantes esta semana

Ana Tavares |
Salão de Paris espera quase 20.000 visitantes esta semana

O certame decorre de 12 a 14 de maio. Carlos Vinhas Pereira, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa e organizador do Salão, explica à VI que nesta 6ª edição do evento o Porto será uma das novidades, representado pela Invest Porto e pelo Turismo do Porto. Salienta também «uma forte presença do Centro, conduzida pelo munícipio da Figueira da Foz e pela Comunidade Intermunicipal da região de Coimbra. O município de Olhão assume este ano a ribalta do contingente algarvio. A região de Lisboa, com a presença do município do Seixal, projetará as boas condições que a margem sul do tejo tem para proporcionar aos investidores», refere este responsável.

Uma realidade de aumento do investimento estrangeiro, em particular dos franceses, que se focam na habitação, é refletida neste salão. O responsável recorda que «por exemplo a primeira edição o relevo foi para as oportunidades imobiliárias nas carteiras da banca portuguesa e o preço excepcionalmente baixo do imobiliário. A segunda e terceira edição introduziram os a rentabilidade e os produtos de rentabilidade. Na quarta e a quinta edição, a vertente do empreendedorismo  é abordada na comunicação do SITPP, mas também no salão com conferências ou stands a responderem às questões de pessoas que se querem instalar e que querem igualmente empreender nos mais diversos sectores de atividade». Agora, «o próximo desafio é o alargamento da área de concentração do investimento, sensibilizando as regiões e concelhos que não estão no radar dos investidores a aparecerem e promoverem as suas oportunidades».

O Salão terá especial foco na reforma em Portugal, no Regime de Residentes Não Habituais, no turismo residencial, ou no desenvolvimento de atividade empresarial no país, todos fatores atrativos de investimento internacional. Carlos Vinhas Pereira lembra que «o Salão do Imobiliário e do Turismo Português em Paris é o momento por excelência para conhecere os atores do setor, obtere as informações, conhecer as démarches».