Rentabilidade do imobiliário português cresce para 12,2%

Ana Tavares |
Rentabilidade do imobiliário português cresce para 12,2%

Este valor compara com os 11% registados no índice de 2015, e é um resultado que confirma que o mercado imobiliário português continua a recuperar, sendo a performance mais sólida desde 2007.

De acordo com a MSCI, este resultado deveu-se em grande parte ao crescimento do capital, que acelerou para 6,2%, comparando com os 4,9% de 2015, resultado da compressão das yields e da subida das rendas do mercado. Por outro lado, os rendimentos permaneceram «robustos» nos 5,7%.

Neste contexto, o retalho foi o mercado com a melhor performance do ano, com retornos totais de 16,4%, por oposição aos escritórios, com retornos de 3,1%. O mercado industrial e de logística continua com retornos em terreno negativo, de -2%, apesar de ter sentido melhorias desde 2015.

De recordar que o IPD Portugal Annual Property Index analisa a performance de 30 portfolios e 572 ativos de investimento, num capital total de 7.200 milhões de euros à data de dezembro de 2016.