Receita fiscal dispara para máximos de 22 anos

Fernanda Cerqueira |
Receita fiscal dispara para máximos de 22 anos

 

A dinâmica do mercado de compra e venda de casas espelha-se na receita fiscal que registou, no ano passado, um aumento de 3,4 mil milhões de euros, comparativamente a 2016.

O maior impulso foi dado pelo IMT que gerou uma receita de 841,5 milhões de euros, mais 201,99 milhões do que em 2016. De destacar também o contributo do IMI, que a somar ao Adicional ao IMI, totaliza 1,6 mil milhões de euros.