Prémio Nacional de Reabilitação Urbana recebe cerca de 90 candidatos

Fernanda Cerqueira |
Prémio Nacional de Reabilitação Urbana recebe cerca de 90 candidatos

 

Depois do sucesso da edição de 2017, este ano o galardão da reabilitação urbana volta a registar um novo volume recorde de candidatos, são quase 90, oriundos dos vários pontos do país. As cidades de Lisboa e do Porto lideram com o maior número de candidatos, mas há também um número crescente de intervenções oriundas de outros concelhos, nomeadamente, de Oeiras, Cascais, Almada e Sintra, na Grande Lisboa; Vila Nova de Gaia e Matosinhos, no Grande Porto; Ponte de Lima, Barcelos e Vale de Cambra, a Norte; Fátima, no Centro; e Lagos, a Sul.

A apresentação dos candidatos decorrerá durante a V Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa, que decorre de 9 e 15 de abril, no Pátio da Galé, no Terreiro do Paço. Este será o palco da exposição dos candidatos que, ao longo de toda a Semana da Reabilitação Urbana, espera a visita de milhares de pessoas.

Os vencedores da 6ª edição serão anunciados na primeira quinzena de maio, numa cerimónia que, este ano, pela primeira vez, se realizará na cidade de Braga.

O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana conta com o Alto Patrocínio do Governo de Portugal, concedido através da Direção Regional de Cultura do Norte, entidade tutelada pelo Ministério da Cultura. Esta é uma iniciativa à qual a SECIL se volta a associar de forma muito ampla e que reúne um vasto apoio do setor empresarial, institucional e da sociedade civil. Conta também com os apoios da Schmitt+Sohn Elevadores, da Savills Aguirre Newman e do banco Santander Totta, bem como da Revigres, Sanitana e SRS Advogados.

 

Conheça os candidatos ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2018 no site oficial.