Portugal é o segundo país europeu onde os preços residenciais mais subiram

Susana Correia |
Portugal é o segundo país europeu onde os preços residenciais mais subiram

Um valor que mais que duplica os crescimentos médios de 4,5% e de 4,2% para o mesmo período na União Europeia e na Zona Euro, respetivamente, revelam os últimos dados do Eurostat.

O desempenho do mercado português apenas foi superado pela Irlanda, onde no final de 2017 os preços das casas aumentaram 11,8% em termos homólogos, tendo sido acompanhado de perto pela Eslovénia, com uma subida de 10%.

Entre os restantes Estados-Membros analisados, só a Itália reportou uma quebra dos preços das casas no último trimestre, de 0,3%; não tendo sido, contudo, reportados os valores da Grácia.