OASRN anuncia os vencedores dos Prémios Arquétipo

Fernanda Cerqueira |
OASRN anuncia os vencedores dos Prémios Arquétipo

 

Criado com o objetivo de promover a aproximação entre a indústria e os arquitetos, os Prémios Arquétipo tiveram «uma ótima adesão», refere Alexandre Ferreira, vice-presidente da OASRN. «Há cada vez mais arquitetos interessados em colaborar com a indústria e a indústria necessita de incorporar o pensamento criativo, e muitas vezes disruptivo, dos arquitetos», comenta.

Os arquitetos Pedro Devesas, José Cadilhe, Sérgio Mendes, Sílvia Alves e Francisco Saraiva, receberam um prémio de 2500 euros e têm agora a possibilidade de se juntarem às equipas de I&D, das empresas parceiras desta iniciativa, para estudar o potencial de produção e adaptabilidade das suas soluções.

O júri atribuiu também uma Menção Honrosa à arquiteta Luísa Bebiano Correia.

O Prémio Master, que inclui um prémio de 6000 euros e a criação de um protótipo da ideia escolhida, vai ser anunciado em setembro, numa cerimónia que deverá contar com a presença da secretária de Estado da Indústria.

Os vencedores da primeira edição dos Prémios Arquétipo são:

  • Arch Valadares – Pedro Devesas – UNIWC – bloco sanitário com aproveitamento de águas saponáceas para descargas da sanita
  • ATZ – José Cadilhe – GEST – puxadores ergonómicos adaptados à mão humana
  • Cobermaster – Sérgio Mendes – solução em gradil para guardas, varandas, protecções solares e fachadas de edifícios.
  • Enor – Sílvia Alves – TOB 360º - elevador circular giratório com eixo central estrutural
  • Knauf – Francisco Saraiva – solução de aplicação de gesso cartonado que capta energia solar e transmitir em forma de calor para o interior de um edifício
  • Arch Valadares – Luísa Bebiano Correia (Menção Honrosa) – Copy and transform machine – máquina para criação de protótipos

O prémio teve como empresas parceiras a Arch Valadares, Automatizadora SA – ATZ, Cobermaster, Enor e Knauf.