«NÃO ESTAMOS EM PERÍODO PRÉ-BOLHA IMOBILIÁRIA» AFIRMA O PRESIDENTE DA RE/MAX

Fernanda Cerqueira |
«NÃO ESTAMOS EM PERÍODO PRÉ-BOLHA IMOBILIÁRIA» AFIRMA O PRESIDENTE DA RE/MAX

 

Os preços das casas em Portugal continuam a subir de uma forma generalizada, numa dinâmica que tem suscitado alertas por parte do Banco Central Europeu e da Comissão Europeia. Por outro lado, os operadores do mercado defendem que «não estamos a passar por um período pré-bolha imobiliária» e que o mercado deverá registar, nos próximos anos, um «crescimento saudável e moderado de cerca de 3%».

Em linha com esta previsão estão uma tendencial subida das taxas de juro, causada pelo crescimento económico europeu, que «acabará por limitar os preços das habitações», apontou o Presidente da RE/MAX Portugal.

Na reunião dos agentes, que decorreu em Lisboa, Manuel Alvarez apresentou também os resultados semestrais da RE/MAX, segundo os quais a empresa abriu 11 novas agências e teve um aumento de 520 agentes, desde janeiro. Neste semestre, realizou quase 16 mil transações de venda e mais de cinco mil transações de arrendamento, evidenciando um crescimento sustentável. As zonas onde se registou um maior crescimento foram Sintra, Almada e Amadora.