Mercado dos centros comerciais cresce por via de expansões

Ana Tavares |
Mercado dos centros comerciais cresce por via de expansões

A mais recente edição do estudo European Shopping Centre Development, agora divulgado pela C&W, mostra que o grande aumento de área previsto para os próximos 2 anos é de 4,5 milhões de metros quadrados até ao final de 2017, e mais 2,3 milhões até final de 2018, que se somam a uma oferta existente de centros comerciais na Europa de 159,4 milhões de m², 108,6m² na Europa Central.

Em Portugal, verifica-se a mesma tendência europeia, com o crescimento a ser impulsionado pelas expansões. São vários os projetos de remodelação de centros existentes em pipeline, que em muitos casos implicam um aumento de área comercial, como o NorteShopping, o Oeiras Parque ou o Centro Comercial Colombo. Por outro lado, as melhorias no consumo e nos níveis de confiança deram um novo fôlego ao setor, que registou 150.000m² de nova oferta em 2016, entre os quais se destacam o novo Nova Arcada, em Braga, e 3 retail parks. Este ano, deverão abrir 100.000m² de novos espaços, todos eles a sul de Lisboa, nomeadamente o MAR Shopping Algarve e o Évora Shopping.

Paris, Marselha, Helsínquia, Madrid e Londres são as cidades da Europa Ocidental com mais novos centros comerciais em pipeline. França é o país com maior oferta futura da região, com mais de 930.000m² esperados no próximo ano e meio, 56% dos quais em Paris, Marselha, Lyon e Lille. Em Londres, e apesar do Brexit e dos seus efeitos colaterais, estão em construção 438m² de novos centros comerciais, com aberturas previstas até ao final de 2018.

Por outro lado, a Turquia tem o maior número de centros comerciais em construção, e pode mesmo chegar aos 1,55 milhões de m², seguida pela Rússia com 1,46 milhões esperados até ao final do próximo ano.