Melhor fevereiro de sempre regista ocupação de 55%

Ana Tavares |
Melhor fevereiro de sempre regista ocupação de 55%

O inquérito feito aos associados da AHP referente a fevereiro mostra que todos os indicadores registaram os valores mais elevados de sempre do Hotel Monitor, com a ocupação a chegar aos 55%, superando os 53% de fevereiro de 2008, o melhor mês homólogo dos últimos 10 anos.

Neste mês, as unidades de 5 estrelas tiveram o maior aumento homólogo, de 7%, sendo de destacar as performances de 77% da Madeira, de 65% de Lisboa e de 57% do Grande Porto. Viseu, Porto e Minho registaram as maiores subidas, entre os 7% e os 10%.

O preço médio por quarto ocupado fixou-se nos 67 euros, mais 8% que no ano anterior, e o RevPar aumentou mesmo 20% para os 37 euros, sendo que Lisboa, Madeira e Grande Porto tiveram o RevPar mais elevado de 54, 46 e 37 euros, respetivamente.

Neste contexto, a receita média por turista subiu 15% para os 114 euros, com uma estada média de 2 dias, mais 8% que no período homólogo.

Cristina Siza Vieira, presidente executiva da AHP, nota que «em fevereiro, as unidades hoteleiras nacionais mantiveram, em quase todos os destinos, um bom ritmo de crescimento». A responsável destaca que «este é o melhor fevereiro de sempre, a nível nacional, desde que a AHP trabalha os dados da hotelaria portuguesa (2004). No entanto, não podemos deixar de registar que dois destinos em Portugal apresentaram resultados negativos: o Oeste, com uma variação de menos 7 p.p. na taxa de ocupação e de menos 21% no RevPar, e o Alentejo, com uma variação na taxa de ocupação de menos 3 p.p. e uma quebra de 3% no RevPar. Nestes destinos, apesar da subida do preço médio do quarto vendido, foi a quebra na taxa de ocupação que acarretou impacto direto na descida do RevPar».