Mapa de Arte Pública da cidade do Porto chega em maio

Fernanda Cerqueira |
Mapa de Arte Pública da cidade do Porto chega em maio

O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira. Esta iniciativa «permitirá descobrir novos trajetos no Porto, ao mesmo tempo que se reativa o nosso património», referiu o autarca na ocasião.

Os novos trajetos serão iniciados com o painel de Fernando Lanhas, inaugurado em fevereiro de 2015, no Túnel da Ribeira. Além de Fernando Lanhas, o roteiro portuense de arte pública inclui a obra de João Louro ‘Dead End 15’, da série ‘Highway Painels’, em torno da obra poética de Sophia de Mello Breyner Andresen; ‘Kneaded Memory/Memória Amassada’, da artista plástica Dalila Gonçalves; ‘O Meu Sangue é o Vosso Sangue’, de Rui Chafes; ‘Três metáforas de árvores para uma árvore verdadeira’, de Alberto Carneiro; além de outras já pré-existentes na cidade, como a escultura de Ângelo de Sousa, na Avenida da Boavista, e o conjunto de Juan Muñoz na Cordoaria.

O Mapa de Arte Pública será disponibilizado em locais como os postos de turismo, o aeroporto e outros pontos estratégicos.