Lisboa, cidade ‘cool’ para a imprensa estrangeira

Ana Tavares |
Lisboa, cidade ‘cool’ para a imprensa estrangeira

O artigo de Rowan Moore destaca uma cidade que se ergueu da crise, enquanto centro de inovação e revitalização urbana a baixo custo: «há uma melhoria psicológica. As pessoas estão a começar a sonhar de novo, estão a começar a consumir novamente», pode ler-se no artigo citado pelo Económico.

Para este crítico, as queixas em relação ao preço da habitação ou à perda de caráter da cidade são apenas resultado do «sucesso urbano», pois «Lisboa está a tornar-se num exemplo do que se pode chamar o urbanismo Monocle, em homenagem à revista que combina conselhos sobre tendências e lifestyle com comentários políticos e sociais, e que dedicou várias páginas recentemente à capital portuguesa».

Por outro lado, e ainda este mês, a CNN também publicou um artigo focado na capital portuguesa, que considerou a mais ‘cool’ da Europa, distinguindo-a pela vida noturna, gastronomia e preços acessíveis, pela «ironia dos lisboetas», praias e castelos da região ou pelas ruas «fascinantes».