Investimento cai para os €354M até março

Ana Tavares |
Investimento cai para os €354M até março

Apesar de mostrar um mercado bastante dinâmico, este montante representa uma quebra de 45% face ao volume investido em igual trimestre do ano passado (€641M), e 53% deste volume disse respeito ao segmento de escritórios. Os investidores estrangeiros representaram 93% das operações registadas, de acordo com os números do departamento de Research & Consulting da Worx.

Entre os investimentos concluídos neste período, destaque para a compra do Albufeira Retail Park pelo Iberia Coop por 20 milhões de euros, bem como das instalações do hipermercado Continente no AlgarveShopping, ou para a compra do Edifício Entreposto pela Signal Capital, em parceria com a Square AM, por 65,5 milhões de euros. Também o Lux Park Hotel foi vendido por 16 milhões à Internos Global Investors, e o Vila do Conde The Style Outlets ao Grupo Via Outlet por cerca de 130 milhões de euros.

Outra das grandes operações concluídas no primeiro trimestre e que foi um dos negócios que transitaram do pipeline inicialmente previsto para 2016, foi a venda da primeira parte do portfólio de 86 imóveis da Tranquilidade ao consórcio Anchorage Capital Group e Norfin, noticiada pela Vida Imobiliária em fevereiro, por um valor que várias fontes de mercado estimam que se situe em torno dos 140 milhões de euros.

Neste período, manteve-se a elevada liquidez no mercado, e continuam a escassear ativos em localizações prime, aponta a consultora. Os investidores mostram também estratégias de investimento mais agressivas, e uma pressão sobre as yields, que se situam nos 5,5% para os escritórios (em baixa), nos 7% para industrial e logística, e nos 5% para o comércio de rua (em baixa).