IHRU apresenta projeto “Cem anos de Políticas Públicas de Habitação em Portugal”

Ana Tavares |
IHRU apresenta projeto “Cem anos de Políticas Públicas de Habitação em Portugal”

Para Vítor Reis, presidente do IHRU, «este projeto é um enorme desafio para nós, trata-se de preservarmos uma imensa memoria de um período de 100 anos que não está completamente estudado nem é completamente conhecido ou documentado». Para tal, «pretendemos fazer uma investigação profunda das politicas públicas ao longo destes 100 anos, e um levantamento de todos os edifícios construídos». O IHRU vai também lançar uma plataforma «dirigida a todos os municípios a quem vamos pedir a ajuda para o levantamento destes empreendimentos», explicou o responsável na apresentação do projeto.

Vítor Reis realça que esta iniciativa vai ajudar a analisar e compreender os vários períodos da história nos quais as políticas públicas foram mais ou menos centralizadas no estado, os períodos em que houve mais ou menos unificação institucional, e os períodos em que houve uma enorme variedade institucional, bem como as alturas em que o estado optou por ser proprietário ou deu mais ou menos prioridade à habitação. O projeto terá também «um espaço aberto a todos os cidadãos e técnicos que trabalharam nesta área onde possam ajudar a corrigir e completar esta memória».

O secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, esteve presente nesta apresentação, lembrando que «a habitação é um direito fundamental, base de uma sociedade estável e coesa, base para aceder a outros direitos como a saúde ou a educação». E lembrou que a habitação é uma das prioridades deste governo, nomeadamente através do Plano Nacional de Reformas, que aposta na reabilitação urbana e contribui para a oferta de habitação, ou de vários instrumentos como o IFRRU 2020, o FNRE, ou o programa Casa Eficiente, entre outros. Mas lembrou que «tornar possível o acesso de todas as famílias a habitações condignas não se realiza da noite para o dia. Damos sempre dar prioridade às pessoas».

E completa que «comunicar 100 anos de políticas públicas é perceber os momentos da história de Portugal, os fatores de sucesso ou insucesso, é uma tarefa de serviço público».

No próximo ano, este projeto vai culminar com uma exposição e com a publicação de um livro. Para a sua concretização, na ocasião foi também celebrado um protocolo entre a Direção Geral do Património Cultural, a Direção Geral do Território e o IHRU.