Hotelaria abranda em março com efeito Páscoa

Ana Tavares |
Hotelaria abranda em março com efeito Páscoa

Neste mês, o país recebeu 1,4 milhões de hóspedes num total de 3,7 milhões de dormidas, mais 0,9% e -0,2%, respetivamente, depois das subidas de 8,6% e 8,2% em fevereiro.

Por outro lado, as dormidas do mercado nacional caiu 9,9%, quebrando a tendência crescente que se vinha a verificar. As dormidas dos estrangeiros continuaram a subir mas desaceleraram dos 9,3% de fevereiro para 3,7% em março. Por seu lado, a estada média foi de 2,67 noites, menos 1,1%, com uma taxa de ocupação-cama de 39,8%, menos 1,6%.

Contrariando esta tendência, em março registaram-se aumentos das dormidas na AM de Lisboa (6,3%), e nas regiões autónomas dos Açores (10,8%) e Madeira (3,1%).