Habitat Invest e GFH transformam edifício dos CTT num novo projeto turístico

Ana Tavares |
Habitat Invest e GFH transformam edifício dos CTT num novo projeto turístico

 

A notícia é agora avançada pelo Expresso, segundo o qual aqui vai surgir um hotel com 104 quartos e 70 apartamentos para uso residencial e turístico, bem como 6 lojas e um espaço CTT. Trata-se de mais um investimento deste grupo promotor, que detém também o edifício 8 Building, em Lisboa, antiga sede dos CTT, que é agora um projeto de alojamento turístico, com 107 apartamentos, 16 lojas e restaurante na cobertura.

Como explica Luís Corrêa de Barros, um dos fundadores do grupo Habitat Invest, «no seguimento do 8 Building de Lisboa, apostamos agora na cidade do Porto para desenvolver um conceito semelhante. Temos já o PIP (Pedido de Informação Prévia) aprovado, o projeto de arquitetura da autoria de Ginestal Machado já está em curso e esperamos avançar com a construção já em 2018», escreve o mesmo jornal.

A ideia do projeto passa por «manter a estrutura do edifício, que foi muito bem construído em betão armado, e toda a fenestração. O imóvel é fácil de reconverter e o objetivo passa essencialmente por modernizar o espaço».

30 dos 70 apartamentos serão de tipologia T0, uma das mais procuradas no investimento em turismo residencial. Já em relação ao hotel, decorrem negociações com algumas hoteleiras, «algumas delas assocadas a fundos que poderão depois optar pela compra quando o projeto atingir a velocidade cruzeiro», explica o mesmo responsável.

Este é um dos 13 projetos que a Habitat Invest tem atualmente em carteira, 8 em Lisboa, 2 no Porto e 3 em Cascais, num total de 940 apartamentos, resultado de um investimento de 340 milhões de euros.