Há 3.000 habitações sociais do IHRU a precisar de obras urgentes

Fernanda Cerqueira |
Há 3.000 habitações sociais do IHRU a precisar de obras urgentes

 

Do conjunto total de fogos geridos pelo IHRU, aproximadamente 13.000 fogos de habitação social, há «3.000 fogos a precisar de obras com urgência», afirmou a secretária de Estado para a Habitação, Ana Pinho, no Parlamento. Apenas 2.411 apresentam «muito bom estado» e 1.700 estão «em estado razoável».

Na ocasião a governante avançou que as obras «estão todas calendarizadas para serem feitas, a grande maioria até final de 2019, havendo só um prazo que se estenderá até ao final de 2020», adiantando ainda que o orçamento do IHRU será reforçado. 

A Lusa cita ainda a intervenção de Ana Pinho, no âmbito de uma audição parlamentar sobre a nova geração de políticas de habitação, na Comissão de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação, em que a governante reiterou o objetivo do Governo aumentar o parque público de habitação, atualmente constituído por 120 mil casas.

«Estamos muito abaixo da média europeia em termos de parque habitacional com apoio público», afirmou Ana Pinho, explicando que o objetivo é «dar um salto» de 2% para 5% do número de casas disponíveis com apoio público, através de um acréscimo de 170 mil fogos de habitação. O objetivo do Governo é que o parque público de habitação em Portugal alcance os 290 mil fogos disponíveis.